Com o Modelo Ecopedagógico de um Riacho fixado no Jardim Botânico de Brasília e à convite dos organizadores da Semana do Cerrado, desenvolveu-se a popularização dos conceitos científicos relativos à zonas ripárias. Foi possível alcançar um público diversificado, utilizando-se como ferramentas pedagógicas os insetos aquáticos de pelúcia e espécimes em tamanho real, visualizados no microscópio. Enfatizando-se a importância dos invertebrados como bioindicadores de qualidades de água.

Durante a realização do Fórum Mundial da Água, entre os dias 17 a 28 de março, em Brasília, o AquaRiparia esteve presente desenvolvendo diversas atividades na Vila Cidadão do evento. Entre as atrações, destaca-se o ''Modelo Ecopedagógico de um riacho - Móvel'', de tamanho reduzido em relação ao apresentado no Jardim Botânico de Brasília, instalado com o intuito de aproximar o cidadão das zonas ripárias. A experiência do público com os elementos do modelo tornou-se um dos espaços mais frequentados na Vila Cidadã.

Complementando as atividades desenvolvidas no estande foi aplicado o Jogo ambiental de tabuleiro “Desafio no Cerrado” em parceria com a Embrapa Cerrados. O contato e manuseio dos insetos de pelúcia, assim como, sua visualização de exemplares em tamanho real, por meio de microscópio, pelo público gerou repercussão positiva com o público infanto-juvenil, assim como, o adulto.

 

Confira aqui mais fotos da participação do AquaRiparia na Vila Cidadã do Fórum Mundial da Água 

 

 

 

Com o objetivo de ressaltar a importância da conservação dos riachos e evitar a escassez dos recursos hídricos, criou-se o ''Modelo Ecopedagógico de um Riacho'' fixo no Jardim Botânico de Brasília. O lançamento ocorreu como parte das atividades do AquaRiparia durante o Fórum Mundial da Água. É possível identificar a representação da vegetação ripária, além de outros elementos como pedras e também insetos aquáticos feitos em pelúcia com tamanho maior que o real. Por meio destes elementos se envolve todos os públicos, do infantil ao adulto. O contato e manuseio dos insetos de pelúcia, auxiliado pela visualização em tamanho real no microscópio, leva o público à um entendimento mais efetivo sobre a importância destes seres para a integridade dos ambientes ripários.

 

Veja mais fotos do evento aqui

Estão abertas as inscrições para participar do Primeiro Encontro Internacional – Ecologia, Biodiversidade e Espiritualidade. Entre outros temas, serão discutidos assuntos como agricultura sustentável, agroecologia e agricultura orgânica, com a presença de palestrantes estrangeiros. Dirigido ao público em geral, o evento acontece entre os dias 23 e 30 de setembro, em Santo Antônio do Descoberto.

Mais informações em: http://www.granfraternidaduniversal.org/